Estragos da chuva causam interdições de rodovias no interior de SP

Estragos da chuva causam interdições de rodovias no interior de SP

Publicado em: 13 Feb 2020  13h43  Editorial

A chuva que atingiu O Centro-Oeste Paulista no começo desta semana causou estragos e interditou vários trechos de rodovias nas regiões de Botucatu e Marília. Quatro pessoas morreram, sendo duas delas em crateras abertas em rodovias.

Confira as rodovias com trechos interditados:

Marechal Rondon, km 257 a 269 (Botucatu): pista totalmente interditada nos dois sentidos;

Marechal Rondon, km 236 ao 240 (Serra de Botucatu): pista totalmente interditada nos dois sentidos;

Marechal Rondon, km 232 ao 228 na pista oeste (capital/interior) (Anhembi): pista totalmente interditada no sentido oeste;

Rodovia João Hipólito (SP-209), km 17 (Botucatu): alça de retorno totalmente interditada.

Geraldo de Barros (SP-191), ponte sobre o Rio Araquá (São Manuel): pista totalmente interditada no km 173,89 e km 185,17, nos dois sentidos.

SP-261, km 112 (Macatuba): acostamento interditado;

Leonor Mendes de Barros, km 308 (Marília): pista totalmente interditada nos dois sentidos;

Hilário Spuri Jorge (SP-331), km 131 (Pirajuí/Reginópolis): pista parcialmente interditada e trânsito em Sistema Pare e Siga;

Hilário Spuri Jorge (SP-331), km 315 + 300 metros (Pirajuí/Balbinos): pista totalmente interditada;

Marechal Rondon (SP-300)

Na Marechal Rondon são três pontos de interdição total. No km 258 há um desmoronamento da pista, próximo ao pedágio de Botucatu, que interditou totalmente os dois sentidos. Ainda não há uma previsão para o trecho ser liberado.

Foi nesse trecho que o motorista de um caminhão morreu após o veículo ser “engolido” pela cratera que se abriu no meio da pista. O trânsito no sentido interior-capital está sendo desviado no km 255, em São Manuel.

Já no sentido capital-interior, o desvio é no km 190, na cidade de Conchas (SP). Além disso, a serra de Botucatu, também na Marechal Rondon, foi fechada do quilômetro 236 ao 240, devido à grande quantidade de lama e pedras que invadiram a pista.

A concessionária que administra esse trecho da Rondon também informou que há interdição total no km 232, sentido oeste, em Anhembi (SP).

Para essas interdições, a rota alternativa passada aos usuários que iriam acessar a Serra de Botucatu e seguem no sentido leste (interior-capital) é retornar no trevo do quilômetro 240 e seguir até a João Hipólito Martins (SP-209), seguindo para a SP-280 e retornando para a Marechal Rondon, em Bofete.

Já para os motoristas que seguem no sentido oeste (capital-interior), no pedágio de Anhembi, estão sendo orientados a retornar ao km 227 e acessar a SP-280 (Rodovia Castello Branco) por Bofete, seguindo para a SP-209 e retornando para a Rondon em Botucatu.

Rodovia Geraldo de Barros (SP-191)

Em São Manuel, foi registrada na Rodovia Geraldo de Barros (SP-191) erosão na cabeceira da ponte sobre o Rio Araquá. O DER já fez vistoria no local e desenvolve estudos para contratação de empresa especializada, que fará os reparos.

O local segue completamente interditado ao tráfego de veículos, no km 173 e km 185. A rodovia é um dos acessos de Santa Maria da Serra para a Marechal Rondon.

Rodovia Osni Matheus (SP-261)

Também de acordo com o DER, na SP 261, no km 112 em Macatuba, foi registrada queda de barreira. O material ocupa somente o acostamento e o local está sinalizado.

Rodovia Leonor Mendes de Barros

Em Marília (SP), o km 308 da Rodovia Leonor Mendes de Barros (SP-333) está totalmente interditado por causa de um desmoronamento que abriu uma cratera na pista.

Um caminhão e um carro da concessionária que administra a via caíram no buraco. O motorista do carro, que era funcionário da concessionária, morreu no local. O caminhoneiro conseguiu sair do veículo e não se feriu.

O trânsito na SP-333 está sendo desviado no sentido oeste (Borborema- Marília) na altura do quilômetro 299, em direção a Garça pela SP-349 e de Garça a Marília pela SP-294.

No sentido leste (Marília-Borborema), o tráfego está sendo desviado para o quilômetro 314, em direção a Lins, pela BR-153, e segue pela Rodovia Marechal Rondon até Guarantã, quando acessa a SP-333.

Para quem vai de Marília a Júlio Mesquita, o desvio indicado é seguir pela SP-294 até Garça e de Garça pela SP-349 até Júlio Mesquita.

O local está sinalizado por uma equipe da concessionária, que permanecerá 24 horas, orientando e desviando o trânsito, conforme a necessidade. A vicinal Guaimbê-Júlio Mesquita não está sendo utilizada como desvio, pois também está interditada por erosão.

Outro trecho da Leonor Mendes de Barros que também está com problemas é o trevo de acesso ao Distrito de Dirceu, que foi tomado pela lama. Uma equipe da prefeitura já foi até o local para tentar resolver o problema e liberar o acesso.

Rodovia Hilário Spuri Jorge

Em Reginópolis, há uma interdição parcial no Km 131, onde uma erosão foi aberta pelas chuvas, e no km 111, onde há uma queda de barreira. Equipes do DER avaliaram o local na terça-feira e o trânsito está fluindo em sistema Pare e Siga.

E em Balbinos, o km 315+300 metros está totalmente interditado por causa um deslizamento de terra às margens da rodovia.

Vicinal PRI 329

A vicinal PRI 329 encontra-se com interdição parcial, no sentido sul (município – SP-300), na altura do km 1+800, km 5+240 e km 6+900, no município de Pirajuí (SP). Em decorrência das fortes e regulares chuvas, ocorridas nos últimos dias, houve erosão na via que ocasionou a interdição.

As equipes de engenharia e conservação da concessionária estão no local para análise e início das obras de reparo. A concessionária alerta os usuários que redobrem atenção no período chuvoso e diminuam a velocidade nas proximidades do trecho interditado.

Vicinal PDN 050

A chuva também provocou erosão às margens da rodovia municipal PDN-050, nas proximidades da Fazenda Panorama, no distrito de Santelmo, área rural de Pederneiras (SP). Por isso, parte da pista foi interditada na manhã de terça-feira (11). Do site G1.


Redação Interativa FM

Redação Interativa FM

A Interativa FM é uma rádio a frente de seu tempo, preparada para atender as mais diversas expectativas do mercado e capaz de manter sua liderança por meio da padronização de suas práticas promocionais e artísticas.Quem ouve a Interativa, ouve qualidade. Quem anuncia, tem retorno.